SEGURANÇA NA OBRA: POR QUE EPI’S SÃO INDISPENSÁVEIS?

SEGURANÇA NA OBRA: POR QUE EPI’S SÃO INDISPENSÁVEIS?

EPI’s — Equipamentos de Proteção Individual —, responsáveis por garantir a segurança dos trabalhadores da construção civil. Neste artigo você conhecerá mais sobre a necessidade do uso dos EPI’s e quais são os principais a serem utilizados no setor de obras. Acompanhe!

Afinal, por que utilizar EPI?

Como apresentado na introdução deste artigo, falar de EPI está diretamente relacionado à segurança da vida e da integridade física do trabalhador em construção civil. Levando em consideração que esse espaço é o com maior acúmulo de acidentes e mortes de trabalho, o uso dos equipamentos de proteção individual se faz necessário para redução desses índices.

Sabe-se que utilizar capacete, óculos, equipamentos de segurança ao escalar e muitos outros são essenciais para garantir que o trabalhador volta para sua casa ao final do dia com vida e sem nenhum ferimento.

Além do mais, acidentes de trabalho acabam prejudicando, e muito, o progresso da obra. Essas ocorrências geram desgaste entre a equipe, exigem interrupção das atividades para análise do fato ocorrido e também exigem gastos com auxílio hospitalar.

Enfim, utilizar EPI’s pode garantir à construtora:

  • Segurança de seus colaboradores
  • Cumprimento de prazos
  • Gastos indesejados
  • Bom funcionamento da obra

 

Quais são os principais tipos de EPI’s e como eles funcionam?

Para o serviço de engenharia e construção civil, alguns equipamentos de proteção individual são indispensáveis. Confira abaixo alguns exemplos e como eles funcionam em benefício ao trabalhador.

  • Capacete:proteção contra impacto no crânio;
  • Óculos:proteção para os olhos;
  • Protetor auricular:proteção para o ouvido;
  • Mascará para proteção contra pó da obra e químico:proteção para as vias respiratórias;
  • Trajar roupas como calça e camisa comprida;
  • Luvas de Segurança:proteção contra materiais corrosivos ou toxico e contra materiais que possam provocar cortes;
  • Botas ou botinas: proteção contra produtos químicos, materiais perfurantes e impactos;
  • Cinto de segurança: proteção contra queda;

 

Comportamentos de riscos

Além do uso de EPI’s, obrigatoriamente fornecidos pela construtora aos trabalhadores, alguns comportamentos de riscos devem ser evitados, garantindo também a segurança e a qualidade do trabalho no canteiro de obras.

Para isso, é preciso que as empresas constantemente desenvolvam orientações aos profissionais, instruindo-os sobre práticas ideais durante o expediente a fim de garantir que o ambiente na obra seja o mais adequado possível, diminuindo os riscos de acidentes e fatalidades.

Alguns comportamentos de risco comuns são:

  • Uso de ferramentas ou materiais antigos
  • Não usar os Equipamentos de Proteção Individual ou Coletivos
  • Desatenção ou ritmo acelerado de trabalho
  • Sentimento de segurança absoluta
  • Brincadeiras de mau gosto no ambiente de trabalho
  • Operar máquinas ou ferramentas sem capacitação

 

Conclusão

Garantir a segurança e a qualidade do trabalho no canteiro de obras nunca é demais. Lembre sempre de conferir se a sua equipe está devidamente equipada ao ingressar no expediente de construção, priorize esse cuidado e promova as melhores condições para execução do seu empreendimento.

A Mabex valoriza o uso de equipamentos de proteção, pois entende que para garantia do sucesso da obra o fator humano é fundamental. Protegê-lo então é um compromisso nosso!

Aqui, todos os colaboradores são instruídos e incentivados a aderir às práticas de boa conduta durante o expediente, evitando ocorrências indesejáveis.

Se você ficou interessado nesse assunto e quer saber mais sobre práticas segurança na construção civil, confira o nosso artigo sobre como layouts corretos podem tornar a obra mais produtiva e segura. É só clicar aqui!

Read More
loading
Open chat
Precisando de ajuda?